Arte na Fotografia de Paisagem

October 26, 2020

O que você pode aprender com os grandes gênios da história da arte para melhorar a sua fotografia de paisagem?

 

Fotografia de paisagem é sobretudo um exercício grande de observação e paciência. Existe diferentes fatores envolvidos nesse tipo de fotografia: a luz, os ângulos, enquadramento, foco etc. Como podemos ser originais nesse ramo da fotografia tão amplamente usado?

 

Nessa live, a professora do Instituto Foto em Curso Katarzyna Chiluta te ajuda a construir os referenciais artísticos e fotográfico para aprimorar suas fotos e o seu olhar:

 

 

Como olhar Imagens de Paisagem

 

Qual o ponto de vista/perspectiva que o artista usou para nos mostrar a paisagem? A posição na qual se fotografa sua foto, pode revelar seu ponto de vista e a mensagem que quer passar para o espectador. Como se dá uma leitura da fotografia de paisagem e como podemos analisá-las ao longo da história da arte e no nosso dia a dia para o desenvolvimento do nosso olhar.

 

Pode-se por exemplo observar a força da paisagem. A fotografia de paisagem pode ser explorada em dois aspectos: o de eternidade e o do momento. O da eternidade evoca calmaria e imutável, já o do momento mostra algo que vai mudar, causa uma sensação de captura de algo único:

 

  A Tempestade – Pintura e seu Detalhe de Giorgione (1502/1503)

 

 

O Poder do Relâmpago – Fotografia de Elena Salvai (2019)

 

 

  • A Paisagem usada como narrativa:

Paisagem com a Queda de Ícaro – Pintura de Pieter Bruegel (1558)

 

 

  • Fotografia com um aspecto de documentação (muito se assemelhando as fotografias tiradas em viagens, reconhecer o ambiente novo): Como você resumiria a alma da cidade?

Westminster Bridge – Pintura de Canaletto (1746).

 

 

  • A paisagem como protagonista - o valor contemplativo da paisagem e seu contato com o ser humano. A figura humana comparada à imensidão da natureza:

Caminhante sobre o mar de névoa – Pintura de Caspar David Friedrich (1818)

 

 

 

  • A paisagem como algo onírico:

Tempestade de Neve – Pintura de Joseph Mallord William Turner (1842)

 

 

 

É importante lembrar que para fotografar paisagem, é preciso uma renovação constante do olhar. Por que temos mais vontade de fotografar quando viajamos? Porque é tudo novo ao nosso olho, tudo é diferente. Ver diferentes aspectos na medida do tempo em uma mesma paisagem é um exercício construtivo nesse ramo da fotografia, pois a natureza é mutável e podemos observar e retratar isso através da fotografia.

 

  • A fotografia de paisagem e o movimento impressionista:

Impressão, nascer do sol – Pintura de Claude Monet (1872)

 

Rua de Paris – Pintura de Gustave Caillebotte (1877)

 

 

 

O Que Você Precisa Dominar Tecnicamente?

 

A base de toda fotografia gira em torno de três elementos: diafragma, obturador e iso. Mas para saber quais usar, antes você precisa entender qual mensagem quer passar com a sua fotografia para definir diafragma e obturador. “Usar diafragma fechado é o mesmo que usar um pincel fino: você consegue trazer e prezar por mais detalhes na paisagem, com a profundidade de campo que se é conquistada” diz a professora Katarzyna Chiluta.

 

A única coisa que recomendamos é sobre o iso: tente usá-lo com o menor valor possível, para evitar granulados. A não ser que você tenha um porque para se ter a granulação. Outra questão é o enquadramento: sempre prestar atenção a linha do horizonte.

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Please reload

October 29, 2020

February 28, 2020

February 26, 2020

February 14, 2020

Please reload

Follow Us
  • Instagram Social Icon
  • Facebook Basic Square

telefone

 61 98322-4643

© 2018 by Instituto Foto em Curso.